Zendesk aponta a necessidade de atendimento omnichannel no Brasil

Um estudo realizado pela Zendesk, empresa desenvolvedora de software que capacita organizações a criarem melhores relações com seus consumidores, reforça a necessidade das empresas nacionais em desenvolver e modernizar seus canais de interação com os clientes

No estudo “Zendesk Omnichannel Benchmark 2018”, que envolveu 37.000 clientes da empresa, o Brasil ocupa o 10º lugar entre 14 países, com base no percentual de empresas que oferecem uma abordagem omnichannel para atendimento ao cliente.


“O Brasil é um mercado com enorme potencial para transformação digital e passa por um momento de amadurecimento. A mudança cultural, por meio da compreensão de que o cliente deve estar no centro do negócio e de que ele precisa ser atendido como, quando e pelo canal que desejar, sem repetições ou atritos, será crucial para elevarmos o nível do atendimento ao cliente no País”, afirmou a diretora geral da Zendesk no Brasil, Tatiana Piloto.

De 2000 empresas analisadas, somente 3,5% oferecem suporte omnichannel no Brasil. Nos EUA, entre 18.243 empresas analisadas, 6% têm abordagem omnichannel. Na Austrália, o percentual foi de 5,5% entre 2.344 organizações, enquanto no Canadá foi de 5,4% companhias entre 1.916 companhias.

Entre as possibilidades de canais de atendimento por meio da plataforma Zendesk estão e-mail, site, telefone, API, chat, twitter, facebook, celular, SDK, sms e outros.

Share this post

Renê Fraga

é bacharel em administração de empresas e fundador da FragaNet Networks - empresa especializada em comunicação digital e mídias sociais. Em seu portfólio estão projetos como: Google Discovery, TechCult, AutoBlog e Arquivo UFO. Também foi colunista de tecnologia no TechTudo, da Globo.com.

No comments

Add yours

Deixe uma resposta