Sega quase rejeitou Gunstar Heroes do Mega Drive

Gunstar Heroes é um dos grandes jogos da era 16-bit com um gráfico rico em detalhes, batalhas enormes e toneladas de humor negro de ação.

Mas os chefes de Sega quase desligaram projeto por falta de entusiasmo com o jogo. Ele disse que o jogo foi rejeitado por “todos os produtores e todos os produtores associados também. 12 pessoas olharam para ele antes de chegar até mim.”


Senour decidiu dar o jogo uma chance. Afinal, no início dos anos 90, muito se esperava da Treasure, porque a empresa tinha sido formado por desenvolvedores que haviam trabalhado para a Konami.

“Se eu não pegá-lo, ele será rejeitado”, disse ele. “Eu joguei por cinco minutos, talvez menos, e joguei o controlador no chão e disse: ‘este é o jogo do ano'”.

No entanto, Senour tinha um problema com o personagem: “fiz apenas uma mudança real. O chefe tinha um uniforme militar, e na versão original ele era o Hitler. Pedi para remover o bigode ou mudar as características.”

Gunstar Heroes ganhou ótimas criticas e avaliações altas, incluindo vendas muito fortes e ganhando vários prêmios. Em 2009, foi lançado para Xbox Live Arcade e PlayStation Network. Desde o seu tempo na Sega, Mac Senour tem trabalhado para uma variedade de empresas de jogos, incluindo Atari, Konami e Electronic Arts.

Share this post

Renê Fraga

é bacharel em administração de empresas e fundador da FragaNet Networks - empresa especializada em comunicação digital e mídias sociais. Em seu portfólio estão projetos como: Google Discovery, TechCult, AutoBlog e Arquivo UFO. Também foi colunista de tecnologia no TechTudo, da Globo.com.

No comments

Add yours

Deixe uma resposta