Cinco dicas de otimização para Campanhas de AdWords

Conversão é a alma de uma campanha de performance

É a alma porque sem configurar a conversão o resultado das campanhas fica muito subjetivo. Uma conversão pode ser muitas coisas: um telefonema, um formulário de contato, uma compra efetiva no site. Medir as conversões é importante porque indica qual é o anúncio, a palavra-chave, o horário do dia e o dia da semana que te traz mais resultado – informações essenciais para qualquer marketeiro digital.


E é só por meio da conversão que conseguimos ativar as estratégias de lances otimizados pelos sistemas inteligentes do Google e trazer ainda mais resultados. A recomendação é possuir uma conversão configurada antes de começar qualquer campanha digital. Aprenda a criar uma conversão aqui.

Na hora de escolher as palavras-chave, pense como seu cliente

Esse é o grande segredo! Tente sair um pouco da sua mente, que de certa forma está “viciada” com termos relacionados a seu produto ou serviço, e pense como seu cliente te procura no Google. Ou melhor, como você procuraria o seu produto ou serviço caso não trabalhasse com isso?

Muitas vezes é essa mudança de paradigma que precisamos para encontrar palavras-chaves melhores (e quem sabe até mais baratas) para anunciar no Google. E vale tudo, mesmo! Até erros de digitação, que muita gente acaba deixando de fora por contar com corretor automático ou pela correria mesmo. Neste artigo, nos aprofundamos ainda mais neste assunto.

Palavras-chave negativa são suas maiores aliadas

Existem muitas coisas relacionadas a seu produto e serviço que não necessariamente são importantes para você. E por isso as palavras-chaves negativas são essenciais. Ao adicionar palavras-chaves negativas, você “proíbe” o Google de mostrar seus anúncios quando uma determinada palavra é colocada junto com um termo de pesquisa que tem a ver com seu negócio.

Quer ouvir um exemplo? Suponhamos que você trabalhe com criação de websites. Sua campanha tem a palavra-chave “criar website” ou “criação de website” e alguém procura por “criar website de graça”. Você provavelmente não quer aparecer para alguém que esteja procurando um serviço gratuito, então, o ideal é negativar a palavra-chave “grátis”, “gratuito” e “de graça”, por exemplo. Para saber como adicionar palavras-chaves negativas, veja este artigo.

Lances diferenciados de acordo com locais, horários e dispositivos

Sabe aquela segunda-feira que todo mundo procura informações para começar uma dieta? É um dia muito importante para nutricionistas no Google AdWords. Assim como as baladas não podem ficar de fora de jeito nenhum nas sextas-feiras, já que estará todo mundo procurando algo para fazer.

Você consegue diferenciar seus lances de acordo com localização, horário do dia e até dispositivos que podem se alinhar com a estratégia de sua campanha, dependendo do perfil do seu público! É uma ótima ferramenta para você se aprofundar ainda mais nos hábitos do seu público-alvo e ter certeza que você estará lá quando ele precisar de você. Aprenda como fazer ajustes de lances aqui.

Remarketing para pesquisa, ajuda a reduzir custo de conversão

A cereja do bolo! Remarketing para pesquisa é conseguir dar lance diferenciado para os cookies de pessoas que já estiveram no seu site e voltam a procurar por suas palavras-chaves no Google. Ou seja, a pessoa realmente está interessada no seu produto ou serviço, afinal, ela procurou proativamente por você, ou seu serviço, mais de uma vez. É importante valorizar esses consumidores e aparecer na melhor posição (para não correr o risco de perder para a concorrência).

Para trabalhar com remarketing de pesquisa, também conhecida como RLSA (Remarketing Lists for Search Ads), você precisa ter uma lista com mais de mil usuários. Assim, você aplica a lista em sua campanha de pesquisa e dá um ajuste de lance generoso. O Google aconselha algo em torno de 30 a 60% de ajuste positivo. Os resultados são incríveis: mais conversões por um custo menor que o normal. Veja o passo-a-passo de como fazer isso aqui.

Dicas de Lucas Yokota, estrategista de contas do Google

Share this post

Renê Fraga

é bacharel em administração de empresas e fundador da FragaNet Networks – empresa especializada em comunicação digital e mídias sociais. Em seu portfólio estão projetos como: Google Discovery, TechCult, AutoBlog e Arquivo UFO. Também foi colunista de tecnologia no TechTudo, da Globo.com.

No comments

Add yours

Deixe uma resposta